Connect
To Top

Banana: O que falta para exportarmos

Já não se consome banana importada no mercado nacional

O País já não importa banana há cerca de, pelo menos, cinco anos. A garantia é dada pelos principais e maiores players da produção. Uma afirmação que encontra suporte na ausência de banana importada e, sequencialmente, na presença da “made in Angola” nas diversas superfícies comerciais. Igual cenário se regista no mercado informal, apesar de muitas vezes o bom aspecto do produto comercializado pelas ruas levar os clientes a pensar o contrário. O cenário descrito motiva que inúmeras vozes se interroguem sobre o que falta para que o País passe a fazer parte do grupo de exportadores do produto no continente africano, onde se destacam países como a Costa do Marfim, o Ghana, a Etiópia e os Camarões. Existe consenso entre os vários operadores de que é necessário aumentar a qualidade do produto e dos serviços de apoio, indispensáveis para responder as necessidades da exportação.
Leia mais na edição n.º 14 da Revista Rumo

You must be logged in to post a comment Login