Connect
To Top

Lloyd Blankfein: O verdadeiro ‘self made man’

De um bairro social em Brooklyn para a cadeira do poder na Goldman Sachs

Se fosse possível definir a crise financeira de 2008 nos 140 caracteres de uma mensagem de Twitter seria assim: “O Lehman Brothers faliu, o Bear Sterns desapareceu, o Merryl Linch foi engolido. Toda a gente perdeu muito dinheiro. Menos o Goldman Sachs.” Isto do ponto de vista de Wall Street, claro.

O que aconteceu nos últimos anos da década passada cruzou a fronteira do bairro financeiro de Nova Iorque e lançou o mundo num caos económico cujos efeitos tardam em desaparecer. O Goldman Sachs, o banco de investimento que um dia alguém definiu como “um gato astuto que aterra sempre de pé”, não passou incólume pelos anos da crise, mas sobreviveu. E sobreviveu bem. E é aqui que entra Lloyd Blankfein, o CEO que, no auge do escândalo, disse que era apenas “um banqueiro a fazer o trabalho de Deus”.

Leia mais na edição n.º 14 da Revista Rumo

You must be logged in to post a comment Login