Connect
To Top

Trinta botânicos, marmelos e vinho. É o Ferdinand’s Saar Gin

Denis Reinhardt e Erik Wimmers são irmãos e fãs de gin

ESTE GIN ALEMÃO tem três variedades diferentes, mas a filosofia que lhe serve de base destaca-se por várias razões. A começar no número de botânicos usados, que são 30, quando a maioria dos dry gins usam pouco mais de 10. Logo aí dá para perceber que este terá qualquer coisa de diferente de todos os outros. Para acrescentar mais carácter regional ao gin os autores usam uma infusão de vinho Riesling.
Como Denis Reinhardt fez questão de sublinhar, todos os vinhos usados na infusão do gin são altamente premiados. O vinho alemão, com colheita tardia, por vezes feita em Novembro, é suave, adocicado e com pouco álcool – cerca de 7,5% –, o que torna este gin mais suave. Os vinhos são mantidos em caves da região com até 90% de humidade, o que lhes garante, para além de outras características, uma grande longevidade dentro das garrafas.

 

Leia mais na edição n.º 15 da Revista Rumo

You must be logged in to post a comment Login