Connect
To Top

Determinação e persistência

A persistência é a alma do negócio

Persistência e determinação dificilmente faltam entre os adjectivos a que fazem recurso as personalidades vencedoras para explicar o referido sucesso. É preciso determinação para superar o medo, um dos obstáculos da decisão de iniciar um negócio. Defendem especialistas: “a persistência é alma do negócio”.
Um indivíduo determinado é aquele que tem metas definidas e uma convicção plena de que irá alcançá-las, enquanto a palavra persistência se atribui ao indivíduo com capacidade de perseguir um objectivo mesmo quando quase tudo parece perdido.
Duas palavras sobre as quais discorrem alguns dos temas de destaque da presente edição da revista Rumo. A 31 de Julho o continente africano comemora o Dia da Mulher Africana, uma data que este ano completa 53 anos. Na sequência, histórias de mulheres africanas e não só, cuja determinação e persistência as tornaram vencedoras, sobretudo no mundo dos negócios e da gestão.
Outro assunto da edição prende-se com o Banco Nacional de Angola, que mostra estar determinado em tornar, definitivamente, as moedas metálicas elementos indispensáveis no sistema de pagamento do País. A recente decisão de apostar em moedas com valores faciais de 50 e 100 Kwanzas é a prova da persistência. Parece uma decisão
correcta se se considerar a opinião de diversos especialistas, segundo a qual o pouco poder de compra das moedas em circulação é uma das razões que concorre para a pouca simpatia pelas mesmas. O empreendedorismo à volta do “self-service” tendo as moedas metálicas como o principal suporte pode ajudar o BNA a vencer esta aposta. Portanto determinados e persistentes, precisam-se.
Elon Musk é um exemplo a seguir quando o assunto é determinação e persistência nos negócios. O multimilionário não desiste da ideia de exploração espacial através da empresa SpaceX, apesar de 13 anos de contratempos e falhanços – o último dos quais em Junho último.
Determinado em vencer numa indústria onde entrou, pura e simplesmente, com intenção de fazer o estágio académico, Artur Nunes venceu. É o primeiro e único angolano, até ao momento, a dirigir uma subsidiária da petrolífera francesa Total, no caso a Total Uruguai. A 16.ª edição da revista Rumo destaca ainda novos investimento no sector diamantífero, um sinal da determinação dos responsáveis do sector em persistir o objectivo de, num futuro breve, ombrear com o sector dos petróleos no que diz respeito à arrecadação de receitas.

César Silveira
Director

You must be logged in to post a comment Login

  • Descomplicar a tributação

    Os números da tributação no País revelam que 64% num universo de três mil empresas são incumpridoras fiscais, ou seja, 1918...

    apedroJuly 24, 2017
  • Oprah, Musk e Bill Gates did it

    Não há segredos. Não há cartas debaixo da manga. Não há truques. Não há bolas de cristal. Há tão-somente uma coisa...

    apedroJuly 21, 2017
  • Um dia sueco em Luanda

    No dia 6 de Junho foi o Dia Nacional da Suécia, e pela primeira vez comemorei em Luanda este dia tão...

    apedroJuly 6, 2017
  • Era uma vez…

    Os negócios têm que ser sustentáveis, produtivos e as regras de confiança robustas.

    apedroJuly 3, 2017