Connect
To Top

BPI prepara venda da operação em Angola

Goldman Sachs procura interessados na compra do Banco de Fomento Angola

O banco português BPI “está a estudar soluções” para a sua operação em Angola, onde detém a maioria do Banco de Fomento Angola (BFA). Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o BPI confirma a contratação de duas instituições internacionais para avaliar o cenário de venda do BFA.

“O Banco BPI está a estudar soluções para acomodar o limite de exposição a grandes riscos decorrente da exposição do Banco de Fomento Angola ao Estado Angolano e ao Banco Nacional de Angola”, refere o comunicado do banco liderado por Fernando Ullrich. O Goldman Sachs será, segundo o Jornal de Negócios, de Portugal, uma das instituições que está à procura de potenciais interessados na compra do Banco de Fomento Angola.

O banco português tem 50,1% do BFA. Os restantes 49,9% são controlados pela empresária Isabel dos Santos, através da operadora Unitel.

You must be logged in to post a comment Login