Connect
To Top

“País continua economicamente viável”

Numa abordagem sobre o momento actual da economia do País, o ministro das Finanças, Armando Manuel, afirmou que “nas condições actuais, porque o rendimento do petróleo constituiu até então a principal componente do rendimento nacional, a baixa do preço em mais de 60% deixou o País mais pobre. Esta situação, pontualizou, obriga a que todos passemos a trabalhar mais para suprir esta baixa, “obriga que tenhamos de revisitar a qualidade da despesa, quer aquela de natureza pública ou a despesa de natureza privada”.

Face a situação, o ministro das Finanças, aponta como solução a redução de custos nas operações, ou seja, gastar melhor com os poucos recursos que disponíveis. “O momento actual obriga que nos tornemos mais eficientes. Precisamos, neste momento, de nos voltarmos para a exploração das demais oportunidades que o País nos oferece.

O responsável que advoga a necessidade de mudança de mentalidades, refere que,  “precisamos ver a crise como uma janela de oportunidades. Precisamos ser introspectivos e aguçar a nossa criatividade, tal como da noite escura nasce o dia”, sublinhando que o “País continua economicamente viável”.

Com Angop

You must be logged in to post a comment Login