Connect
To Top

Produção de petróleo aumenta em Setembro e atinge máximo desde 2012

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) aumentou a produção de petróleo em Setembro, estimando uma subida da procura em resultado da queda de oferta nos concorrentes, revela o relatório mensal do grupo tornado público esta semana.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo produziu 31,57 milhões de barris por dia em Setembro, o valor mais elevado desde 2012, revela o relatório. O grupo aumentou a produção em 109,2 mil barris diários, em relação ao mês anterior, com o Iraque a liderar o aumento da oferta.

Pelo contrário, a Arábia Saudita – o principal produtor do grupo – e o Irão centraram as atenções na redução da produção durante o mês, devido à possibilidade de aumentar a oferta no seguimento do acordo nuclear.

Ao contrário da tendência de crescimento de produção no grupo, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo prevê uma redução da oferta nos EUA em 130 mil barris diários em 2016, na sequência do impacto que incidiu sobre o investimento, provocado pela queda dos preços do barril de petróleo.

“Em 2016, o cancelamento ou adiamento de investimentos em projectos de extracção de petróleo deverá continuar, provocando uma contracção” da oferta, refere a Organização dos Países Exportadores de Petróleo no relatório.

A organização previu um crescimento da procura global de petróleo em 2015, mas reduziu a sua estimativa global para 2016.

O preço do petróleo está a avançar ligeiramente nos mercados internacionais. O Brent, negociado em Londres, que serve de referência para a Europa, sobe timidamente, e o West Texas Intermediate (WTI), negociado em Nova Iorque, regista a mesma tendência.

Na semana passada, o secretário-geral da Organização dos Países Exportadores de Petróleo disse que está confiante em ver um mercado de petróleo mais equilibrado em 2016. “Precisamos de continuar a investir, isso é essencial para a nossa indústria.

Continuo confiante de que os melhores dias de nossa indústria estão ainda a chegar”, afirmou Abdullah al-Badri durante um evento do sector de petróleo no Koweit. Abdullah al-Badri disse que a produção de petróleo nos países não-membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo caiu recentemente e que não acredita que os fundamentos do mercado justifiquem uma queda nos preços.

You must be logged in to post a comment Login