Connect
To Top

Imprensa internacional online destaca vitória de Marcelo Rebelo de Sousa

Do The New York Times ao El País, passando pelo Le Monde, as eleições presidenciais portuguesas não passaram ao lado dos media

A imprensa internacional online dá hoje destaque à vitória de Marcelo Rebelo de Sousa na eleição que decorreu ontem em Portugal para Presidente da República. O professor e comentador ganhou na primeira volta das eleições com 52% dos votos, correspondendo a 2,4 milhões de eleitores. Sampaio da Nóvoa ficou em segundo lugar, com 22,89% (1.060.769 votos), Marisa Matias em terceiro, com 10,13% (469.307 votos), Maria de Belém a seguir, com 4,2% (196.582 votos) e Edgar Silva em quinto lugar, com 3,95% (182.905 votos).

Em Espanha, o El Mundo (www.elmundo.es), na sua página oficial na Internet destaca: “Professor Marcelo, o português que nunca dorme”, para dar conta de que Portugal elegeu como Presidente o “social-democrata Rebelo de Sousa”. O jornal espanhol revela que o professor catedrático de Direito “é conhecido por ter sido comentador na televisão durante anos”, tendo presidido ao Partido Social Democrata (PSD) entre 1996 e 1999 e ter sido ministro dos Assuntos Parlamentares em 1992. O El Mundo destaca também que a década durante a qual Marcelo Rebelo de Sousa comentou a atualidade política na televisão fez dele uma “figura muito mediática, respeitado por muitos portugueses, independentemente das ideologias políticas”.

Também o diário espanhol El Pais (www.elpais.com) destaca que “Portugal elegeu para Presidente o moderado Rebelo de Sousa”, avançando que o “professor-comunicador tem 52% dos votos, com os quais não necessita de uma segunda volta”.

O jornal francês Le Monde (www.lemonde.fr) revela que “o conservador Marcelo Rebelo de Sousa ” foi eleito Presidente da República portuguesa no Domingo na primeira volta, destacando que o professor, de 67 anos, “popular além do seu campo político como comentador de destaque na televisão, era favorito nas eleições à frente do independente António Sampaio da Nóvoa (que recolheu 22% dos votos expressos) e da antiga ministra da Saúde socialista Maria de Belém Roseira”.”A única incerteza era a sua capacidade para vencer na primeira volta”, refere o jornal francês.

O britânico The Independent (www.independent.co.uk) destaca que venceu com uma vitória retumbante as eleições presidências em Portugal. Já o belga Le Soir (www.lesoir.be) indica que “o conservador Rebelo de Sousa foi eleito à primeira volta”.

O The New York Times (www.nytimes.com) escreve que os eleitores portugueses elegeram “o veterano político de centro-direita e comentador de televisão como o seu novo Presidente, no Domingo, dois meses depois de os socialistas terem tomado posse após eleições parlamentares inconclusivas”.

You must be logged in to post a comment Login