Connect
To Top

Acordo trava produção e preço do petróleo começa a subir

Rússia e Arábia Saudita chegam a acordo para congelar os níveis de produção. Especialistas dizem que este pode ser o primeiro passo para a recuperação do preço do petróleo.

Depois de uma reunião em Doha, no Qatar, o ministro do Petróleo da Arábia Saudita, Ali Al-Naimi, e o ministro da Energia da Rússia, Alexander Novak, decidiram manter a produção da commodity aos níveis de Janeiro, em vez de aumentá-la, por forma a corresponder à queda da procura. O Qatar e a Venezuela também aceitaram participar neste travão à produção, anunciou Al-Naimi.

Para Javier Blas, especialista da Bloomberg esta é uma “tentativa de colocar um tecto mínimo nos preços. Não é provável que chegue para elevar os preços para 50 ou 60 dólares no imediato, mas deverá assegurar que os mínimos [na casa dos 25 dólares] que se atingiram recentemente não se voltarão a repetir”.

A Arábia Saudita, segundo dados revelados pela Agência Internacional, produziu 10,2 milhões de barris por dia em Janeiro, enquanto a Rússia produziu quase 10,9 milhões no mesmo período. O ministro saudita, e representante do país mais poderoso da OPEP, considerou estes níveis os “adequados” para fazer face à procura.

Este acordo agora alcançado vincula estes quatro países, mas a Rússia já alertou que estas negociações são condicionais a todos os outros produtores da OPEP para que cumpram estas quotas de produção.

You must be logged in to post a comment Login