Connect
To Top

Anunciada fusão entre as bolsas de Londres e Frankfurt

Acordo é estruturado em acções, estando previsto que os accionistas da LSE recebam 45,6% dos títulos enquanto que os investidores da alemã fiquem com 54,4%.

A bolsa de Londres e a alemã Deutsche Börse chegaram a um acordo formal para se fundirem “entre iguais”, o que permitirá criar um grupo global.

Em comunicado, o presidente executivo da LSE, Xavier Rolet, afirmou que as duas partes estão a criar um grupo “líder em infraestruturas para mercados globais”. As duas partes, que facilitam os suportes para a negociação em bolsa, já tinham anunciado no mês passado que estavam em conversações para se fundirem, apesar de nos últimos dias terem conjecturas sobre um possível interesse da bolsa de Nova Iorque em apresentar uma oferta rival à LSE. Em virtude dos planos de fusão, as duas partes conservarão as sedes em Londres e Frankfurt, Alemanha, mas também se cotarão nas bolsas daquelas duas cidades europeias.

Ao estruturar-se só em acções, os accionistas da LSE vão receber 0,4421 novos títulos por cada um dos seus e os da Deutsche Börse obterão uma acção por cada uma das suas. O grupo terá um conselho de administração unitário composto por um número equitativo de representantes de ambas empresas.

O presidente da LSE, Donald Brydon, será o presidente do negócio combinado, enquanto o presidente do conselho supervisor da Deutsche Börse, Joachim Faber, será o vice-presidente. As duas partes esperam sinergias de 450 milhões de euros por ano.

A união da LSE, fundada em 1801, e da Deutsche Börse, criada em 1992, deve ser aprovada pelas autoridades europeias de defesa da concorrência e pelos accionistas das duas empresas.

You must be logged in to post a comment Login