Connect
To Top

Lula da Silva aceita chefiar Casa Civil do governo de Dilma

O ex-presidente brasileiro será, assim, o primeiro a passar do cargo de chefe de Estado do Brasil para o cargo de ministro de um governo

O ex-presidente vai integrar o governo de Dilma Rousseff, voltando a receber imunidade judicial. Após reunião no Palácio da Alvorada, em Brasília, ficou acordado que antigo presidente vai substituir Jaques Wagner no comando da Casa Civil. Lula levará com ele uma equipa para o governo, esta contará com nomes como Celso Amorim para as Relações Exteriores. Não está ainda descartada a substituição de Aloizio Mercandante na Educação.

Nas últimas semanas, a imprensa brasileira começou a dar conta da vontade da Presidente Dilma Rousseff de chamar o seu amigo pessoal para o Governo como forma de o ajudar. No entanto, a aceitação deste esquema político tem despertado a ira dos brasileiros que se manifestaram este fim-de-semana por todas as cidades do País – 300 municípios ao todo.

Com esta entrada para o governo, o ex-presidente ganhará prerrogativa de “foro privilegiado”, isso significa que, em caso de denúncia, a acção tem de ser julgada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), saindo da alçada de Moro, considerado implacável com investigados pela Operação Lava Jato, que investiga um esquema de corrupção, desvio de dinheiro e branqueamento de capitais.

O antigo governante está acusado de branqueamento de capitais, ocultação de património e falsificação de documentos de um imóvel situado na praia de Guarujá. Os procuradores pedem prisão preventiva por considerarem que a liberdade por prejudicar o caso.

You must be logged in to post a comment Login