Connect
To Top

Caixabank lança OPA sobre BPI

Banco espanhol oferece 1,113 euros por acção

O Caixabank, maior accionista do BPI, lançou uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) voluntária sobre o banco português ao preço de 1,113 euros (1,258 USD) por acção, em consequência do acordo falhado com a Santoro Finance de Isabel dos Santos.

O banco catalão detém 44,1% do BPI e o anúncio da OPA surge um dia depois de o banco português ter avisado o mercado de que tinha ficado sem efeito um princípio de acordo entre o Caixabank e a Santoro Finance, segundo maior accionista do banco. O princípio de acordo, anunciado a 10 de Abril, visava resolver o problema da exposição do banco português a Angola. Apesar do Banco de Fomento Angola (BFA) ter representado no ano passado mais de 50% do lucro do BPI, o BCE anunciou em 2014 a alteração da forma de contabilização dos bancos europeus com negócios em Angola, penalizando o capital. O BPI passou então a ter de reduzir a sua exposição, mas isso fez vir ao de cima as divergências entre o Caixabank e a Santoro, que detém 18,58% do capital.

O banco catalão adiantou em nota ao regulador dos mercados de Espanha, a CNMV, que “durante a fase de aprovação do acordo pelos órgãos sociais competentes, a Santoro Finance comunicou ao Caixabank que não poderia subscrever os documentos contratuais”.

“Perante esta situação, o Caixabank informa que não será possível formalizar o acordo com a Santoro Finance”, sublinha.

Entretanto, o presidente do Caixabank já afirmou que considera os 1,113 euros por acção, inferior em 16% em relação à oferta de Fevereiro de 2015, como “um preço justo”. Para já, o banco espanhol aguarda pela autorização da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) para lançar a OPA sobre o BPI.

You must be logged in to post a comment Login