Connect
To Top

Agricultura familiar produz 90% dos alimentos do País

Uma boa parte do orçamento do Estado vai para a agricultura familiar

Cerca de 90% dos alimentos locais consumidos em Angola são produzidos por uma população de 2 milhões de camponeses, afirmou o ministro da Agricultura, Afonso Pedro Canga. Esse universo de pessoas, segundo o governante, produz, entre outros alimentos, cereais como milho, arroz, massambala, massango e soja, tubérculos, leguminosas e hortícolas.

Numa entrevista à Angop, Afonso Pedro Canga reconheceu que a agricultura familiar, aquela que é praticada pelas famílias camponesas, desempenha um papel muito importante na produção de alimentos.

Pela sua contribuição, esse grupo de produtores beneficia de grande parte do orçamento anual afecto ao Ministério da Agricultura, através da recepção de inputs agrícolas, assistência técnica e preparação mecanizada de terras.

“Uma boa percentagem do orçamento do sector da agricultura é direccionada à agricultura familiar. Também no quadro de projectos financiado com créditos que o governo angolano conseguiu junto do Banco Mundial, Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola, o Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), esses créditos foram direccionados para o sector da agricultura familiar”, realçou.

O governo, prosseguiu o titular da pasta da Agricultura, no seu programa, tem projectos ligados à agricultura familiar. Por essa via financia-se a preparação mecanizada de terras, a disponibilização de fertilizantes, a vacinação do gado, assistência técnica, através das Estações de Desenvolvimento Agrário (EDA) ou através das brigadas do Instituto Nacional do Café (Inca).

Referiu também à agência de notícias angolana que o programa da agricultura familiar, orientado para o mercado, está a ser executado nas províncias de Malanje, do Bié e do Huambo, e neste âmbito foram beneficiadas 50 mil famílias e os resultados são visíveis.

“A agricultura familiar está na primeira linha das prioridades da actuação do Ministério da Agricultura”, concluiu o governante.

You must be logged in to post a comment Login