Connect
To Top

Angola produziu 40 mil toneladas de sal em seis meses

Fidelinha Costa sublinhou também que o sal deverá ser transportado mediante apresentação de uma guia de trânsito emitida pela direcção nacional de produção e iodização do sal.

Entre Janeiro a Junho do ano em curso, o país produziu 40 mil toneladas, um número aquém das necessidades anuais estimadas 250 mil toneladas, avança Angop.

Durante o fórum do sector salineiro, a decorrer no Namibe, a secretária de Estado das Pescas, Fidelinha Costa, referiu que no mesmo período, Benguela foi considerada como a maior produtora de sal no país, com 150 mil toneladas de sal comum, seguida por Namibe (40.180 toneladas) e Bengo (4.912 toneladas).

O actual nível de produção coloca um défice de 83 mil e 654 toneladas face as metas do semestre em causa.Entre os países que mais recebem o sal produzido em Angola estão a Itália, China, Brasil, Bélgica, Alemanha, França e EUA.

Fidelinha Costa sublinhou também que o sal deverá ser transportado mediante apresentação de uma guia de trânsito emitida pela direcção nacional de produção e iodização do sal.

Promovido pelo Ministério das Pescas, o fórum decorre sob “Sector salineiro uma posta para a diversificação da economia angolana”.

You must be logged in to post a comment Login