Connect
To Top

456 milhões USD foram gastos para mitigar a seca no sul de Angola

Os dados foram apresentados durante o primeiro encontro interprovincial sobre a resposta à seca nas províncias da Huíla, Namibe e Cunene.

O governo angolano gastou nos últimos três anos cerca de 74 biliões Kz, o equivalente a 452 milhões USD.

A informação foi transmitida pelo representante das Nações Unidas, Pier Paolo Balladelli no Lubango, ao revelar dados de um estudo de avaliação realizado pela ONU em comunidades da região sul, e foi que apresentado no primeiro encontro interprovincial sobre a resposta à seca nas províncias da Huíla, Namibe e Cunene.

O estudo que foi coordenado pela secretária de Estado da Protecção Civil e Bombeiros, avança Angop.

Em função disto, Pier Paolo Balladelli, indicou que a situação deve ser revertida com o apoio dos parceiros e do governo que pretendem implementar programas com vista a combater às alterações climáticas da região.

Para o representante, com o apoio de todos os intervenientes no programa de combate à seca, os resultados que se pretendem podem surgir, pois iniciou-se um processo de graduação para projectos de médio e longo prazo.

You must be logged in to post a comment Login