Connect
To Top

Centro Tecnológico Nacional analisa estratégia para alterações climáticas

A iniciativa SASSCAL em Angola é coordenada pelo do MINCT e constitui uma das maiores redes de investigação científica na região Austral de África, com cerca de 300 instituições e mil e 500 investigadores científicos.

A nova estratégia do Centro da África Austral para Ciências e Serviços para Adaptação as Alterações Climáticas e Gestão Sustentável dos Solos (SASSCAL) para o quadriénio 2018/2021, estará em debate, de 11 a 13 deste mês, em Luanda e no Huambo, avança Angop.

A iniciativa teve seu início em 2009 e congrega seis países, dentre os quais cinco situados na região Austral de África (Angola, África do Sul, Botswana, Namíbia e Zâmbia) , mais um europeu (Alemanha).

Segundo o informe, com o financiamento inicial do Ministério da Educação e Investigação Científica da República Federal da Alemanha, termina em Outubro de 2017 a primeira fase de implementação do projecto SASSCAL, passando depois a sustentabilidade com o financiamento dos países que aderiram a iniciativa (Angola, África do Sul, Alemanha, Botswana, Namíbia e Zâmbia) e outros parceiros.

A iniciativa SASSCAL em Angola é coordenada pelo do MINCT e constitui uma das maiores redes de investigação científica na região Austral de África, com cerca de 300 instituições e mil e 500 investigadores científicos.

Os mesmos tem trabalhado de forma directa ou indirecta no sentido de propor soluções técnico-científica sustentável que propiciem a tomada de decisões para a adaptabilidade frente as Alterações Climáticas.

You must be logged in to post a comment Login