Connect
To Top

“POEMA NO MUSSEQUE” ENCONTRA KIZUÍSMO NO PALCO DA TRIENAL DE LUANDA

Mauro Nascimento e Kizua Gourgel actuam sexta-feira, 04 de Novembro, no Palácio deFerro, enquadrados na programação da segunda temporada da III Trienal de Luanda, sob o lema “Da utopia à realidade”. Mauro canta no palco Bengo, às 20h30, ao passo que o seusobrinho (Kizua Gourgel) depois de uma hora, no Ngola.

O músico Mauro Nascimento, antes de se notabilizar como cantor, foi baterista da banda de rock “Indómitos”. Neste concerto, o artista será acompanhado pelos músicos Nsangu-Zanza(guitarra ritmo), KD, (guitarra baixo), Jackson Nsanza (bateria), Simão Fuki “Genial” ( teclado)e Dalú Rogée ( percussão).

Autor de temas como “João Bordão”, o afamado “Poema no Musseques”, ” Andorinha voa “,”O príncipe negro”, “Corda Bamba”, “Nzumbi ya ngi kuata” e “Ngala ni oma”, apesar daausência nos palcos continua a dar o seu contributo à cultura angolana.

Por sua vez, Kizua Gourgel, volta a participar na III Trienal de Luanda, depois de o ter feito em Agosto último, aquando da realização do Festival Zwá | Pura Músca Mangop. Desta feita,Toty Sa´med (guitarras), Wilder Amado (guitarra baixo), Armando Gobliss (teclado), DalúRogée (percussão), Jay Faria e Pascoal (coro) darão suporte ao jovem criador do “Talvez umdia”, tema interpretado pela cantora Sandra Cordeiro.

Kizua já conquistou troféus como o “Festival da canção da LAC”, com “Tetembwa YaMwenho”. O tema “Depois do fim” com participação de Yola Semedo rendeu-lhe a melhorbalada no “Top Rádio Luanda”, “Melhor Trovante – Casa Blanca” e foi uma das atracções do“Festival de Jazz de Luanda” em 2011.

Temas como “Velho Negro”, “Sentinela”, “Não Aguento mais”, “Cacimbo” e “Negra de CarapinhaDura” e outros que marcam o seu percurso, voltarão a ser interpretados no Palácio deFerro, não no palco Kwanza, como aconteceu no passado dia 25 de Agosto, mas no Ngola.

You must be logged in to post a comment Login