Connect
To Top

Zahara investe 2,5 milhões USD na abertura de três lojas em Luanda

A segunda loja da marca Springfield Women’Sectret apresenta ao mercado um conceito diferente do existente no Bellas Shopping.

O Grupo Zahara Retalho investiu pelo menos 2,5 milhões USD para abertura de mais três lojas da marca Cortefiel, Springfield e Women’Secret, em Luanda, informou ao jornal Mercado o director executivo daquela sociedade empresarial.

Com inauguração das respectivas lojas, destinadas à comercialização de roupas de homem e mulher da marca Cortefiel e Springfield, aquele grupo empresarial totaliza 18, no segmento de venda a retalho no País; seis das quais são da primeira linha.

“Estamos na sexta loja da Cortefiel em Angola e décima oitava da Cortefiel e Springfield Women’Secret”, afirmou Paulo Sousa.

As novas lojas da Zahara Retalho

Especializado estão localizadas no centro da cidade de Luanda por ser uma zona considerada estratégica para o respectivo negócio, como referiu Paulo Sousa, afirmando que desde o início sempre esteve nas pretensões do grupo estar num local com maior fluxo pessoas.

“Desde o princípio que queríamos estar próximo do sítio onde tudo acontece em Luanda. É uma área estratégica pelos seguintes factores fundamentais para mim. Estamos numa zona muito boa da cidade e num edifício novo com uma imagem requintada à semelhança das nossas lojas.”

Desta forma, a segunda loja da marca Springfield Women’Secret, no lote das três inauguradas recentemente, o grupo apresenta ao mercado um novo conceito, diferente daquele já existente na loja do Bellas Shopping. “É mais virado para o street wear e voltado para o público mais jovem”.
Em relação às vendas, de acordo com Paulo Sousa, o grupo ambicionava preços mais competitivos, mas a pauta aduaneira é um obstáculo para que isto seja possível, mas ainda assim são acessíveis para todos os bolsos.

A concorrência

Para fazer frente a outras marcas já existentes no mercado, segundo Paulo Sousa, o grupo procura ter colecções actuais que estão em alta no resto do mundo. Outra forma de rebater a concorrência consiste em deixar de comercializar produtos (roupas) com mais de um ano de lançamento. “A venda é feita sempre em primeira mão.”

Ainda este ano o grupo prevê lançar uma nova marca e diferente da Cortefiel, mais voltada para o segmento infantil com um conceito totalmente novo e distinto daquele a que o grupo tem habituado o público.

Há dois meses, o grupo Zahara Retalho inaugurou uma loja da marca Cortefiel, no Bellas Shopping. O investimento ficou quantificado em pelo menos 1,13 milhões USD; sendo que até à presente data investiu cerca de 5 milhões. O grupo está presente nas províncias da Huíla e Benguela.

A nível de expansão de mercado, Paulo Sousa salienta ainda que o grupo pretende no próximo ano abrir uma loja da Cortefiel na província do Huambo e em Luanda mais 12 a 15 lojas.

Sobre a Cortefiel

O Grupo Cortefiel começou em 1880 como uma loja de retrosaria familiar, situada na Calle Romanones, em Madrid, Espanha. Ao longo dos anos, apostou em outros negócios, inclusive a produção têxtil. Antes de focar-se na distribuição, operou no segmento de cadeia especializada.

Hoje é composta por quatro marcas próprias Cortefiel, Springfield, Women’Secret, Pedro del Hierro e uma cadeia de tomada.

You must be logged in to post a comment Login