Connect
To Top

Maserati pode mudar de mãos para pagar dívida milionária

Grupo Fiat Chrysler tem dívida de 7 mil milhões USD. Venda da Maserati e Alfa Romeo em cima da mesa para equilibrar contas.

O grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA) enfrenta um momento difícil. Depois da megafusão das marcas, as dívidas têm aumentado e ascendem já a 7 mil milhões USD.

Uma das opções para sanear as contas poderá estar na venda de duas marcas do grupo: Alfa Romeo e Maserati, adianta a Forbes. Entre os interessados na compra da Alfa Romeo já esteve o grupo Volkswagen. No entanto, a crise das emissões de gases poluentes travou o ânimo e a disponibilidade financeira da gigante alemã.

O bom momento vivido pelas marcas da FCA pode, mesmo assim, reactivar alguns interesses entre as suas concorrentes. A Alfa Romeo vive um momento de quase renascimento, com SUV Stelvio, que marca um novo posicionamento para a marca. Por sua vez, a Maserati está prestes a lançar o Alfieiri, que substitui o carismático Gran Turismo. O coupé desportivo deverá estar à venda entre 2019 e 2020 e promete acender o interesse de públicos premium. Entre Abril e grande parte de Setembro, as acções da FCA acumularam perdas, estando agora no patamar dos 9 EUR por acção, depois de alguma retoma de equilíbrio, que conseguiu recuperar cerca de 65% das perdas, mostram dados da Reuters.

No terceiro trimestre de 2016, a FCA teve uma receita líquida de 606 milhões EUR, valor que compara com os 337 milhões do mesmo período de 2015 e que fica a dever-se a um forte plano de contenção de despesa.

Os ganhos na Europa ascenderam a 104 milhões EUR. A Maserati fez 103 milhões EUR, comparativamente aos 12 milhões do ano passado. A venda da empresa de luxo poderá, segundo os analistas contactados pela Forbes, ajudar a pagar a enorme dívida de 7 mil milhões USD.

You must be logged in to post a comment Login