Connect
To Top

Coca-Cola mudou a embalagem. Sabe porquê?

Companhia implementa a estratégia de marca única iniciada há um ano com a nova assinatura Taste the Feeling.

Um ano depois de ter iniciado a estratégia de comunicação de marca única e ter convidado os consumidores a “Taste the Feeling”, a Coca-Cola deu o último passo: mudou as embalagens.

Todas as variantes da marca de refrigerante (Sabor Original, Zero Açúcar, Light Sem Açúcar Sem Calorias, e Zero Açúcar Zero Cafeína) passam a ter a mesma identidade. Ou seja, o mesmo design, comunicação, publicidade e ideia criativa.

“O novo posicionamento de ‘marca única’ teve a sua primeira materialização e mudança na nossa forma de comunicar, deixámos de comunicar três marcas com personalidades distintas, para uma única marca, a icónica Coca-Cola, com diferentes variações. Neste início de ano essa alteração torna-se mais impactante e próxima, materializando-se em todas as embalagens agora unificadas sob a mesma identidade, a personalidade Coca-Cola e o seu reconhecido disco vermelho”, diz Tiago Santos Lima, director de Relações Externas da The Coca-Cola Company para Portugal, citado em nota de imprensa.

Todas as variantes da Coca-Cola passam a partilhar o mesmo estilo visual, onde o disco vermelho surge como protagonista. Cada uma das variantes terá uma cor diferente, permitindo a sua fácil identificação. Assim, nas latas, a Coca-Cola Sabor Original terá a cor vermelha; a Zero Açúcar, o preto; a Light, o prateado; e a Zero Açúcar Zero Cafeína, o dourado. Nas garrafas será possível identificar as diferentes opções através da cor da tampa.

Por Ana Marcela | Dinheiro Vivo 

You must be logged in to post a comment Login

  • Refriango apresenta ao público Super Malte

    Super Malte é a nova bebida nutritiva e sem álcool da Refriango. Elaborada a partir de cereais e mel, é uma...

    apedroJune 20, 2018
  • “Angolana” Kinda abre no Porto

    O edifício da falida Moviflor no Porto foi demolido pelo grupo português Nuvi para dar lugar a uma loja Kinda Home,...

    apedroJune 19, 2018
  • ÁFRICA VAI CRESCER MENOS DE 4% ATÉ 2024

    A consultora International Strategic Analysis (ISA) considera que os países do continente africano vão manter, em média, um crescimento económico abaixo...

    apedroJune 15, 2018
  • BIOCOM AUMENTA PRODUÇÃO

    A Companhia de Bioenergia de Angola (Biocom), já produziu 15 mil das 100 mil toneladas de açúcar previstas em Cacuso, Malanje,...

    apedroJune 14, 2018