Connect
To Top

“Carnaval da Vitória” abre ciclo nacional

Palácio de Ferro inaugurou festa do cinema angolano com o documentário
que retrata o primeiro festival de Carnaval após a Independência.

A Fundação Sindika Dokolo, no âmbito da III Trienal de Luanda (TL), em sequência do projecto desenvolvido pela organização designado por O Cinema Nacional, inaugurou, no Palácio de Ferro, o Ciclo de Cinema Angolano, um apoio institucional da Cinemateca Nacional que disponibilizou todos os títulos. Na inauguração, esteve em exibição o documentário Carnaval da Vitória, do realizador e artista plástico angolano António Ole.

O documentário, produzido em 1978, destaca com imagens o primeiro Carnaval em Angola, após a Independência Nacional, em 1975. O documentário retrata também o período em que o primeiro presidente do País, o médico e poeta Agostinho Neto, anunciou que seria realizada a primeira grande festa de Angola Independente: Carnaval da Vitória. Desta forma, o filme tenta demonstrar a união, a alegria e a confiança do povo angolano na nova nação e no novo governo.

O ciclo de cinema angolano contará com uma programação semanal, e aos domingos, das 20 às 22 horas, serão exibidos, numa projecção com entradas livres e a céu aberto, vários filmes nacionais, documentários, acção, animação ou videoarte. Com este projecto, a III TL pretende exibir toda a forma de cultura e expressão artística, principalmente de artistas nacionais, apresentando um cenário cultural com novidades, destaques, curiosidades, além da conversa com criadores que agitam o panorama cinematográfico angolano.

You must be logged in to post a comment Login