Connect
To Top

“A figura humana na arte angolana”

Uma exposição colectiva que envolve a participação de 80 obras de 65 artistas plásticos angolanos, que podem ser observadas até ao próximo dia 4 de Abril, em Luanda, na galeria do Banco Económico. Além de estátuas e retratos, pode-se observar vários quadros, com destaque para o acrílico, óleo sobre tela, panos, capim, ferro e madeira.

Por Redacção | Fotografia Carlos Muyenga

A Galeria do Banco Económico está a exibir uma exposição colectiva com cerca de 89 obras de 65 artistas angolanos.

“A Representação da Figura Humana na Arte em Angola” é o título desta mostra que estará patente ao público até ao dia 4 de Abril, em Luanda.

António Ole, Hildebrando Melo, Etona, Délio Jesse, Ana Silva, Kapuka, Francisco Vidal, Mónica de Miranda, Januário Jano, Keyezua, Mangovo, Yonamine e José Silva Pinto são alguns dos artistas representados nesta mostra que resulta da pesquisa e selecção da This Is Not a White Cube (TINAWC), que propõe a observação de produções artísticas de 1950 até aos nossos dias.

A exposição tem como curadores Sónia Ribeiro e Danilo Fortunato, e Jorge Gumbe e Benjamim Sabby como convidados.

A proposta curatorial evoca “a representação da figura humana, onde se insere o retrato e o auto-retrato. Nos livros de história da arte, observamos por ordem cronológica e formal evidências relacionadas com as transformações pelas quais o retrato também passou num determinado período. Podemos observar variações de carácter técnico, mas também alterações no que diz respeito à atitude dos artistas em relação aos seus motivos. Esse tipo de atitude é em decorrência de um posicionamento mais crítico por parte dos artistas para com os seus respectivos contextos e épocas.

Pretende-se assim abordar os principais aspectos do mundo social contemporâneo e favorecer o artista em relação à espontaneidade das suas expressões”, diz uma nota da organização da exposição. Podemos ainda encontrar esculturas urbanas, pinturas, bem como instalações e também fotografia.

A mostra tem ainda uma secção educativa composta por reproduções de estudos preparatórios de obras, história da banda desenhada e cartoons que podem ser consultados pelo público.

A Galeria Banco Económico, espaço de referência arquitectónica em Luanda dedicado à arte e cultura, reforça em 2017 o seu compromisso de apoio à cultura e ao mundo artístico angolano e contribui com a sua programação para uma estratégia de valorização da arte e cultura nacionais.

You must be logged in to post a comment Login