Connect
To Top

5 Perguntas a…Tiago Caravana

Tiago Caravana,responsável pelo mercado angolano dos vinhos do Alentejo em conversa com a Revista Rumo.

Sobre a posição dos vinhos do Alentejo no mercado angolano? Quais foram as quantidades vendidas em 2016?

O mercado angolano é o maior mercado de importação dos vinhos do Alentejo, logo seguido pelo Brasil e pelos Estados Unidos da América. Sabemos também que, à semelhança do que se passa em Portugal, onde os vinhos do Alentejo são os líderes destacados, com quase 50% da quota de mercado dos vinhos de qualidade, também a preferência dos angolanos vai claramente para os vinhos do Alentejo, o que nos deixa muito orgulhosos.

Em 2016 exportámos três milhões de litros de vinhos alentejanos engarrafados para Angola. Neste primeiro trimestre de 2017 registámos já um crescimento de 85% face ao período homólogo de 2016, o que é um excelente sinal em relação à evolução positiva do mercado.

2. Quantas marcas são exportadas para Angola e quantos produtores?

Em 2016, 72 produtores de vinhos do Alentejo exportaram para Angola cerca de 400 marcas, no total. Pode dizer-se que todos os produtores com maior dimensão e mais activos do Alentejo exportam hoje para o mercado angolano.

3. Quais são as marcas mais vendidas no País?

Lamento, mas não tenho informação para responder à sua pergunta. Certamente serão as marcas mais conhecidas do grande público angolano, que estão presentes um pouco por todo o lado, desde a grande distribuição aos restaurantes.

4. E poderemos, num curto espaço de tempo, ter a entrada de novas marcas no mercado?

O Alentejo é uma região portuguesa onde a dinâmica empresarial dos produtores de vinho é muito grande.

Por este motivo, assistimos constantemente a inovações e à criação de novas marcas. No entanto, importa ressalvar que a preocupação com a constância da qualidade é uma característica do Alentejo, pelo que as marcas já estabelecidas continuarão a apresentar os bons vinhos a que já habituaram os angolanos, sempre na procura de fazer ainda mais e melhor.

5. Conhece, eventualmente, algum projecto para a produção de alguma marca no País?

A nossa entidade está vinculada ao controlo de qualidade e certificação dos vinhos do Alentejo, mas não somos uma empresa produtora de vinhos. Sei que em muitos lugares de Angola existem solo e condições de clima favoráveis ao desenvolvimento da produção vinícola, no entanto a Comissão Vitivinícola Regional Alentejana não se dedica a essa actividade.

You must be logged in to post a comment Login