Connect
To Top

Bem-vindos à Herdade do esporão

Localizado na Herdade do Esporão, em Reguengos de Monsaraz, Portugal profundo, o espaço propõe uma cozinha única em harmonia com a Natureza.

Ao tempo da terra junta-se a criatividade, o arrojo e a sensibilidade do chef Pedro Pena Bastos, que lidera há pouco menos de três anos o Restaurante Esporão.

A carta é uma ilustre descoberta, composta por dois menus – Montanheira e Tempo da Terra, que privilegiam a simplicidade dos sabores, a alta qualidade e os ciclos dos ingredientes. Os pratos são elaborados com produtos da herdade ou de produtores locais, o que permite, segundo o chef Pedro Pena Bastos, “acompanhar in loco alguns dos ingredientes com que trabalhamos. Esse conhecimento profundo e diário dos produtos é fundamental para o caminho que estamos a traçar e é algo que pretendemos manter e transmitir.

As tradições aportam também outras perspectivas, que inspiram novas técnicas e métodos de confecção, de modo a que se enquadrem nos princípios pelos quais nos regemos. Pretendemos proporcionar uma experiência de elevada qualidade,
diferenciadora, em que o local, de uma forma transversal, terá sempre que assumir um papel de destaque”. Pedro Pena Bastos é natural do Porto, com raízes ribatejanas, um jovem promissor que depois de ter começado a sua carreira em 2007, no restaurante Cafeína – Porto, ingressou no curso da Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril. Ainda a estudar, desenvolveu um projecto próprio, o Revolta do Palato, empresa de consultadoria e prestação de serviços exclusivos de catering,o que o levou a trabalhar além-fronteiras, nomeadamente na Ásia, para o Grupo Muthu – MGM.

Entre 2013 e 2014 chefiou a cozinha do Grémio Literário, um clube privado, em Lisboa, projecto que marcou a reestruturação da oferta gastronómica deste espaço carismático na zona do Chiado. Em 2014 assumiu as funções que desempenha actualmente de chef do Restaurante Esporão, onde implementou uma dinâmica baseada na procura de produtos locais através de pequenos produtores e do trabalho diário na própria horta da herdade.

You must be logged in to post a comment Login