Connect
To Top

Itália interessada em investir no sector agrícola no país

A Itália garante o aumento de investimentos na agricultura, pescas, pecuária, ambiente, turismo, finanças e na indústria alimentar com o objectivo de contribuir para o desenvolvimento da economia angolana.

A pretensão foi manifestada ontem em Luanda, pelo embaixador da Itália acreditado em Angola quando questionado sobre os futuros projectos.

Cláudio Miscia afirmou que, com a consolidação da parceria económica, a Embaixada da Itália vai enriquecer projectos já em desenvolvimento com o Executivo angolano. O embaixador lembrou que a Itália investe actualmente no sector petrolífero, onde tem uma grande percentagem de extracção de petróleo, bem como uma boa colaboração com as empresas angolanas.

A Itália quer anseia também apostar fortemente no sector da alimentação, onde pretende desenvolver novos projectos visando o aumento da produção interna agrícola. “Nesta área, pretendemos alcançar a autonomia alimentícia”, frisou! Para o embaixador Cláudio Miscia, a Itália não exporta, para Angola, apenas produtos agrícolas, mas também maquinaria para a produção de alimentos.

O diplomata reconheceu que o mercado angolano detém uma grande capacidade de produção e exportação agrícola, inclusive de produtos de alta qualidade. “Pois, não queremos apenas vender os nossos produtos a Angola, mas também temos objectivos de ajudar o país a produzir o que a Itália precisa para importar”, declarou.

Depois da tomada de posse do novo Executivo angolano, Miscia já reuniu com a ministra do Ambiente, Paula Francisco Coelho, e pretende em breve reunir com os ministros da Agricultura, Turismo, Finanças e Relações Exteriores.

You must be logged in to post a comment Login