Connect
To Top

Avaliar colaboradores pode ser um jogo divertido

A Novabase lançou a plataforma interactiva NOVA, na qual os trabalhadores fazem de astronautas em missão pelo espaço.

Salvo raríssimas excepções, a avaliação da performance dos colaboradores é sempre um momento tenso na maior parte das empresas. Agora imagine o cenário oposto: que o processo de avaliação interna na sua empresa se assemelha a um jogo de computador, no qual encarna o papel de um astronauta a bordo de uma nave espacial, com direito a prémios e recompensas por cada missão interplanetária realizada com sucesso.

Este foi o desafio lançado a um primeiro grupo de 180 colaboradores da tecnológica portuguesa Novabase, com o lançamento da plataforma interactiva NOVA, desenvolvida com recurso a metodologias como o design thinking e gamificação (que colo com as pessoas no centro da solução).

A avaliação de performance tem uma extrema importância e foi necessário torná-la mais instantânea e transparente. Hoje, cerca de 70% dos colaboradores da Novabase são da geração Y [os chamados millennials, nascidos entre 1980 e 1996], e é fundamental encontrar soluções inovadoras para os desafiar no dia-a-dia.

O NOVA é uma solução interactiva, que permite feedback regular dos pares e chefias, em que as pessoas têm visibilidade permanente da sua performance e onde lhes são lançadas missões para o seu crescimento profissional. “Acreditamos que vai revolucionar a forma como desenvolvemos o nosso talento”, explica Carmo Palma, responsável da área de Governo, Transportes e Energia da Novabase.

Neste momento, o projecto-piloto NOVA funciona como uma plataforma online, para computador, mas a próxima versão, prevista para Janeiro, terá já uma aplicação para o smartphone e deverá chegar a mais de 300 utilizadores, garante a mesma responsável.

“O NOVA foi desenvolvido para dar resposta a necessidades do nosso negócio, mas aplica-se a qualquer empresa que pretenda gerir o talento de forma dinâmica e transparente, por isso, poderá ser vendida aos nossos clientes”, refere ainda Carmo Palma.

Na prática, o NOVA permite fazer check-ups trimestrais, em que os colaboradores recebem feedback360º e fazem a auto-avaliação do seu desempenho. Através desta plataforma que transforma as tarefas do dia-a-dia num jogo, as missões atribuídas aos colaboradores seguem critérios definidos com o objectivo de estimular determinados comportamentos ou acções que ditam depois a evolução nas diferentes competências. Com quatro níveis diferentes, as exigências aumentam consoante os anos de experiência profissional.

“O NOVA permite a cada colaborador conhecer como está a sua performance e como se compara com o resto da equipa.”

“Ter esta informação online e actualizada regularmente estimula-o a crescer”, diz a responsável da Novabase, identificando as vantagens em relação a outros sistemas de avaliação: maior clareza das funções, a rapidez com que os colaboradores percebem se estão ou não a fazer um bom trabalho, opiniões de mais intervenientes no processo.

“Acrescentámos recompensas ao longo do percurso, para os talentos que mais se destacarem em cada competência, ou que atinjam metas extraordinárias, havendo lugar a um prémio anual no final da ‘viagem’”. “E, ao longo do ano, teremos novos desafios, missões, para que possam aumentar as suas pontuações. Existem ainda surpresas espalhadas pela aplicação que podem valer pontos ou prémios especiais.”

 

You must be logged in to post a comment Login