Connect
To Top

Startup cria anticorpo que protege bebés de pneumonia e meningite

De acordo com Pedro Madureira, o objectivo da Immunethep é criar uma terapia baseada na administração oral de anticorpos para neutralizar a molécula bacteriana GAPDH.

A bactéria em causa, designada Estreptococcus do Grupo B, “é uma das principais causas” dessas patologias em recém-nascidos, que detectadas principalmente os meios rurais de países em desenvolvimento, disse Pedro Madureira, director científico da ‘startup’ (empresa de base tecnológica em fase de desenvolvimento) Immunethep.

“Grande parte das infecções nos países em desenvolvimento ocorre em meios rurais, onde o cuidado médico é praticamente inexistente, sendo o objectivo deste projecto desenvolver anticorpos que possam ser administrados oralmente (bebidos), o que não implica a actuação de profissionais especializados”, podendo assim o “tratamento chegar a mais pessoas”, indicou.

De acordo com Pedro Madureira, o objectivo da Immunethep é criar uma terapia baseada na administração oral de anticorpos para neutralizar a molécula bacteriana GAPDH, que impede o nosso sistema imune de combater as infecções.

Este é o segundo projecto da ‘startup’, que tem vindo a desenvolver uma vacina que produz esses anticorpos para neutralizar a GAPDH e ajuda a prevenir ao mesmo tempo infecções bacterianas que causam doenças como meningite, pneumonia, septicemia (infecção na corrente sanguínea) e, nos casos mais críticos, morte por choque séptico.

A vacina PNV “é a primeira capaz de prevenir infecções multibacterianas, incluindo estirpes multirresistentes, desde o útero (pré-natal) até à velhice (idosos)”, informou Pedro Madureira.

You must be logged in to post a comment Login