Connect
To Top

Heineken arranca construção da primeira fábrica em Moçambique

O grupo cervejeiro holandês Heineken vai lançar hoje a primeira pedra da sua fábrica em Moçambique, anunciou a marca!

Dinheiro Vivo

O grupo cervejeiro holandês Heineken vai lançar hoje a primeira pedra da sua fábrica em Moçambique, anunciou a marca.

A unidade industrial está orçada em 100 milhões de dólares e poderá criar 200 empregos, segundo valores adiantados em agosto pelas autoridades moçambicanas.

O investimento está previsto para Bobole, Marracuene, nas imediações da capital moçambicana, Maputo. A marca internacional de cervejas e a Autoridade Tributária negociaram nos últimos meses um pacote fiscal, ainda por divulgar, com vista ao arranque do empreendimento que vai incluir formação de trabalhadores moçambicanos.

O grupo Heineken é o dono da Central de Cervejas de Portugal.

A nova fábrica foi também tema de conversas entre a comitiva do presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, e as autoridades holandesas durante uma visita aos Países Baixos em maio.

Este não é o único grande investimento daquele Estado europeu no país. Na ocasião, durante a visita à Holanda, a comitiva visitou também a sede da petrolífera Shell, vencedora do concurso para transformação do gás natural que vier a ser extraído da bacia do Rovuma, no norte de Moçambique previsivelmente a partir de 2023.

 

You must be logged in to post a comment Login

  • Refriango apresenta ao público Super Malte

    Super Malte é a nova bebida nutritiva e sem álcool da Refriango. Elaborada a partir de cereais e mel, é uma...

    apedroJune 20, 2018
  • “Angolana” Kinda abre no Porto

    O edifício da falida Moviflor no Porto foi demolido pelo grupo português Nuvi para dar lugar a uma loja Kinda Home,...

    apedroJune 19, 2018
  • ÁFRICA VAI CRESCER MENOS DE 4% ATÉ 2024

    A consultora International Strategic Analysis (ISA) considera que os países do continente africano vão manter, em média, um crescimento económico abaixo...

    apedroJune 15, 2018
  • BIOCOM AUMENTA PRODUÇÃO

    A Companhia de Bioenergia de Angola (Biocom), já produziu 15 mil das 100 mil toneladas de açúcar previstas em Cacuso, Malanje,...

    apedroJune 14, 2018