Connect
To Top

Fábrica de Cimento do Kwanza Sul retoma a produção em Janeiro

A Fábrica de Cimento do Kwanza Sul (FCKS), paralisada desde meados do ano em curso por falta de combustível, retoma a produção em Janeiro, garantiram os responsáveis da empresa .

Paralisada no meio do ano por falta de combustível, a fábrica de cimento de Kwanza Sul retoma a produção em Janeiro, garantiram os responsáveis ao ministro da Construção, Manuel Tavares de Almeida, na recente visita que fez a indústria.

A falta de capacidade de obter fuel óleo pesado, combustível necessário para produzir clínquer e a dispensa de 900 trabalhadores directos e 700 indirectos foram as causas da suspensão da produção de cimento.

Na mesma situação da FCKS estava a fábrica de cimento do Bom Jesus, pertencente ao grupo China International Fund (CIF), que já retomou a produção.

A paralisação destas duas fábricas, as únicas que produzem clínquer, levou à interrupção da Secil Lobito e da Cimenfort, localizadas a primeira no Lobito e a segunda em Catumbela, Benguela.

Com o funcionamento, da Nova Cimangola, FCKS (Cuanza Sul), Secil e Cimenfort (Benguela),o país regressa a uma produção de 8,6 milhões de toneladas por ano, voltando a ser auto-suficiente em cimento, dado que o consumo ronda seis milhões de toneladas.

You must be logged in to post a comment Login